O Segredo da Literatura

Embora não seja tão popular na literatura contemporânea, alguns autores se transformam em um personagem narrador em seus próprios trabalhos e dirigem-se diretamente ao público.

A literatura gótica freqüentemente explora temas de horror, loucura e incerteza.

Por exemplo, foi um estilo popular no final do século 18 e 19, incluindo obras conhecidas como Frankenstein, “Drácula” e as histórias de Edgar Allan Poe.

Ostentando escritores canônicos tais como Charles Dickens, Brontes e Rudyard Kipling, a literatura vitoriana apresenta uma série de elementos literários que foram cultivados através de normas sociais mutáveis.

A literatura infantil tradicional procura refletir e confrontar questões com as quais seus leitores lidam em suas próprias vidas.Resultado de imagem para literatura

 

Literatura

Termos literários podem se referir a técnicas lúdicas empregadas por comediantes para nos fazer rir ou brincadeiras espirituosas que os ferreiros usam para cunhar novas palavras ou frases.

Eles são importantes em uma ampla variedade de maneiras.

Eles têm uma ampla gama de aplicações, desde a beleza do poeta até a persuasão do falante, até o desenvolvimento da história do romancista.

Eles se referem à técnica, estilo e formatação usada por escritores e palestrantes para enfatizar magistralmente, embelezar ou fortalecer suas composições.

Eles têm o poder de criar humores sérios, cômicos ou caprichosos por meio de ferramentas de persuasão, poeticismo e jogo de palavras.

Eles também incluem poderosa linguagem figurativa que os escritores usam para evocar emoções que variam de culpa a raiva e felicidade, e nos permitem ver o mundo de maneiras novas e mágicas.

Mais Perceptível Literatura

Linguagem figurativa cria conexões entre coisas diferentes que nunca foram consideradas antes.

Em vez de operar com lógica ou literalidade, faz conexões únicas baseadas em conotação, som e construção de palavras e frases.

Por não ser literal, não deve ser usado em composições que devem ser tomadas literalmente, como manuais ou livros científicos e matemáticos.

É um componente principal da linguagem poética usada em prosa, poesia, discursos e canções.

Ele permite que os escritores transcendam os limites lógicos e típicos do pensamento, a fim de apresentar as coisas de uma maneira nova e significativa. É a escrita que apela aos sentidos.

A linguagem figurada poética pode invocar emoções e visões da natureza e do mundo de maneiras únicas e atraentes.Resultado de imagem para literatura

 

Escolher A Boa Literatura

Autores muitas vezes têm seus narradores professando imparcialidade ou objetividade no início de um livro, a fim de ganhar a confiança do leitor na confiabilidade do narrador em relação à história que ele ou ela está prestes a contar.

Em vez disso, eles costumam mostrar um dos seus personagens fazendo uso de ethos. Um autor usaria o ethos para mostrar ao seu público que ele é uma fonte credível e vale a pena ouvir. De uma forma muito mais sutil, os autores muitas vezes tentam fazer com que os personagens pareçam confiáveis ​​e relacionáveis ​​com o público.

 

Além disso, eles costumam usar uma forma mais sutil de ethos ao estabelecer a confiabilidade de um narrador no início de um romance. Autores de ficção, drama e poesia não estão necessariamente tentando persuadir seus leitores de um argumento lógico.

Novas Questões Sobre A Literatura

Leia qualquer artigo de opinião em seu jornal local e você verá que os escritores estão tentando integrar sua mensagem com as notícias do dia e, assim, mostrar a relevância de suas opiniões.

Escritores do sexo feminino como Brontes e Mary Ann Evans (que escreviam sob o pseudônimo de George Eliot) trabalharam para capacitar as mulheres no campo da literatura, obtendo reconhecimento e expressando uma consciência feminina. Romancistas, poetas, jornalistas, cineastas e outros usam numerosos elementos para criar uma história convincente, interessante e convincente.

Em trabalhos acadêmicos, escritores transmitem ethos em primeiro lugar através do uso adequado de estilo e gramática.

Assim, eles aproximam suas narrativas, personagens e temas da vida real. Muitos escritores vitorianos começaram a explorar a filosofia do fortalecimento e emancipação feminina.

Saiba mais sobre nosso artigo de Preservação clicando aqui